Só Por Uma Noite

Em meio a tantos rostos diferentes, gritos histéricos e olhares maliciosos, te vejo.
A luz cansa meus olhos, o som ruidoso martela meus pensamentos e em meio a estes, minha fértil imaginação constrói cenas que ainda não aconteceram.
Não tive oportunidade de dizer que a muito tenho vontade de te beijar, mas o momento não era propício. Valeria a pena esperar?
Talvez a chance tivesse sumido, mas quem poderia explicar? Ambas partes esperavam o momento certo que parecia nunca chegar.
Discutia comigo mesma se era correto, se desejavas tanto quanto eu e por incrível que pareça, não agi no impulso, soube esperar. E a noite foi incrível, nada me fez falta.
Nossos pensamentos talvez estejam confusos, porém, nossos corpos por uma noite pertenceram um ao outro.